Harley-Davidson XR 1200

Se no seu imaginário as motos Harley-Davidson remetem a uma longa estrada, posição de pilotagem relaxada e tocada sem pressa, esqueça a XR 1200. Não é o modelo para você. Disponível agora nas concessionárias da marca no Brasil, essa Harley "esportiva" aposta em um motor mais potente e uma ciclística boa de curva para conquistar os fãs de adrenalina. E também para desagradar os harleyros mais tradicionais.




Do visual ao desempenho, essa Harley XR 1200 difere de outros modelos da marca americana. Sem cromados e outros adereços, com rodas de liga-leve pretas e escapamentos de visual racing, a XR 1200 buscou inspiração nas motos de dirt-track, corridas em circuitos ovais de terra populares nos Estados Unidos. Basta subir na moto e perceber que o guidão mais aberto e as pedaleiras recuadas deixam de lado também a tradicional posição de pilotagem custom. Montado na XR 1200, o piloto fica mais ereto e instigado a acelerar.

UMA HARLEY 'FUÇADA'
A tarefa de acelerar é ajudada pelo motor Evolution "mexido" que equipa a XR 1200. Originário da linha Sportster, esse V2 de 1.200 cc tem dutos retrabalhados e cabeçotes com refrigeração a óleo, além de uma maior taxa de compressão (10,0:1). O resultado são 90 cv de potência máxima. Não é um número impressionante, mas já diferencia esse Evolution de outros da linha Sportster. Assim como o torque de cerca de 10 kgfm já nas 4.000 rpm que, acreditem, é capaz de levantar a roda dianteira.

Mas a Harley não mexeu apenas no motor, fez também adaptações no chassi da XR 1200. Diminui o ângulo de cáster e encomendou suspensões da marca Showa -- na dianteira, garfo telescópico invertido (upside-down) com 43 mm de diâmetro e, na traseira, dois amortecedores sustentam a balança oca feita em liga de alumínio.

Combine essa suspensão invertida com os freios de alto desempenho da marca Nissin, com dois discos de 292 mm e pinça de quatro pistões na dianteira, e você vai experimentar o melhor trem dianteiro em uma Harley de série.

Tudo isso faz dessa XR 1200, pasmem, uma moto boa de curva. Calma. Não se trata de uma naked ou esportiva, mas uma Harley que permite apontar a trajetória na curva, deitar sem medo e sem "esparramar" o pneu dianteiro. Aliás, os pneus também são dignos de elogios: um par de Dunlop Qualifiers D209, especificamente desenvolvidos, que garantem a aderência necessária para brincar nas curvas.

HARLEY ESTILO RACING
Além do motor nervoso e da ciclística mais ágil, a XR 1200 diferencia-se pelo visual. O tanque remete às pistas com detalhes imitando uma bandeira quadriculada. A rabeta é curta e as rodas de liga-leve são pintadas em preto. Os escapamentos não são iguais à Sportster daquele seu vizinho careta. São dois grandes canos mais altos, idênticos às vitoriosas XR 750 de corrida. E ainda por cima liberam espaço para se abusar nas curvas para a direita.

O painel de instrumentos, assim como o restante, segue o visual esportivo. Tem um mostrador redondo maior que traz o conta-giros e hodômetros digitais, além de outro menor, digital, que mostra a velocidade. Assim, sem muita frescura e adereços.

Posicionada entre a linha Sportster e Dyna, a XR 1200 está disponível nas cores Vivid Black, Mirage Orange Pearl e Pewter Denin. Uma Harley-Davidson diferente e boa de curva, a "esportiva" XR 1200 tem preço sugerido de R$ 39.900.

1 comentários:

Motocicleta disse...

Motocicleta linda! Mas ainda fico com a minha...

Postar um comentário

Seguidores

© Line Motos | Tudo Sobre Motos

Desenvolvido por: Open Master